• sex. mar 1st, 2024
53 hqdefault

Cartão de crédito: você está feliz
com o uso do seu? Quem me acompanha
há um bom tempo, sabe que eu tenho uma orientação
bem objetiva sobre cartões de crédito. Eu sou fã
do uso de cartões de crédito por vários motivos:
pela segurança, pela concentração do pagamento
numa única data, pela simplificação
do meu controle financeiro. Eu praticamente não faço meu controle mensal
do orçamento doméstico, faço meu controle semanal
da minha fatura do cartão de crédito. Vejo uma série de vantagens incluindo a vantagem de benefícios
que eu posso ter com o ganho de milhas,
com o ganho de cashback e com, agora,
investimentos que eu faço diretamente com parte do consumo
que eu tenho no meu cartão de crédito, é uma ferramenta
muito interessante. Por outro lado, mal utilizado,
o cartão de crédito pode ser o maior vilão
da sua vida financeira. Quando você não paga
o total da sua fatura, você entra no crédito rotativo que está entre as operações
de crédito mais caras do mundo em termos de taxas de juros e aí, o efeito bola de neve
cresce rapidamente, e aí, quem resolver
parcelar o pagamento vai pagar juros elevados
de qualquer forma. Não é fácil resolver
problemas decorrentes do mal uso do cartão de crédito
o qual você consome com frequência, um cartão de crédito
que, por exemplo, te dá não só milhas,
mas preferência no atendimento, na escolha de assento
na companhia aérea que você voa com frequência, tem cartão de crédito
que dá um cashback volumoso, são algumas escolhas
interessantes. Normalmente esses cartões
são isentos de anuidade. “Puxa, mas um cartão
que me dá milhas é isento de anuidade?” Dependendo do volume que você gasta
e da frequência que você voa, sim, esse cartão
será isento de anuidade. Então, o ponto fundamental
que deve se destacar na escolha
de um bom cartão de crédito é a isenção. Se você, hoje,
paga por um cartão de crédito, você está com um cartão de crédito
que não é adequado para você. Existem inúmeras soluções, principalmente nos bancos digitais
e sistemas de pagamentos em que você pode ter
um cartão de crédito isento de anuidade. Alguns vão dizer:
“Esse cartão não me dá milhas.” Mas se você está pagando
para ter as milhas, a vantagem que você tem sobre essas milhas
é muito pequena, porque lembre-se
que passagens aéreas trocadas por milhas
são passagens aéreas mais restritivas: você não tem qualquer data, qualquer localização
de assento no avião, você tem uma série de restrições para poder aproveitar
esse suposto benefício que você tem. Então, sendo um benefício gratuito,
será um benefício real. Pagando por ele, eu já tenho minhas dúvidas
se vale a pena porque tivemos um momento no passado em que as empresas
de cartão de crédito estavam permitindo às pessoas
pagar boleto no cartão com alguma isenção
até um certo valor. Hoje em dia,
se você jogar no cartão de crédito a sua conta de luz,
algum boleto, haverá algum tipo de cobrança:
1%, 2% do valor da fatura, e esse 1%, 2% do valor pago
já é um valor superior ao que você receberá
em bonificações, em pontos, em milhas,
então já não é um bom negócio. Lembre-se sempre
que qualquer serviço financeiro só fará sentido para você
se for gratuito. Será gratuito para você e fará sentido
para a instituição financeira dependendo do volume. Se você tem um volume
muito pequeno, prefira os cartões
de bancos digitais, de empresas de sistemas de pagamento
que terão isenção para você, eles vão ganhar
nesse volume de dinheiro que você transaciona
de um mês para o outro, e quanto maior o volume, pesquise por cartões
que dão privilégios como serviços de concierge,
serviços de pontos, milhas, algum tipo de vantagem ou conforto
nas suas viagens, por exemplo, esses cartões
que custam muito caro para quem trabalha
com volumes menores, passam a ser gratuitos
a partir de um certo volume. Tudo é questão
de pesquisar e consultar qual é o limite mínimo
de consumo para conseguir essa isenção
ao longo do ano. Como, ao me referir
a cartões de crédito, estou falando de vantagens, vantagens que você tem
na forma de cashback, vantagens que você tem
na forma de investimentos feitos com parte do valor
da fatura, vantagens na forma de milhas, o ideal é você concentrar
todos os seus gastos sempre no cartão de crédito. Alguns cartões de crédito
são também de débito, normalmente o débito
não traz a mesma vantagem que o cartão de crédito traz. Se você tem algum benefício
no uso do cartão, e esse benefício não existe ao sacar dinheiro
no caixa eletrônico, ao usar o cartão de débito, obviamente que concentrar
os pagamentos no cartão é importante. Para algumas pessoas,
isso soa como algo estranho, mas quem fala aqui
é uma pessoa que gasta, hoje, 100% dos seus gastos diários,
no cartão de crédito: do sorvete que eu compro
na padaria, até as compras mais volumosas,
todas são no cartão de crédito não tenho preocupação
com segurança porque hoje
qualquer bom cartão de crédito permite a você ter
o chamado “cartão virtual”: Você abre o aplicativo
do seu cartão de crédito e você pede
um cartão virtual, você recebe um cartão
de número único, que você vai usar
em uma única compra, para uma compra pontual, e você
não está colocando em risco o número do cartão,
o código verificador, as informações pessoais,
enfim… Em termos de segurança,
não há preocupação alguma em você utilizar
o seu cartão de crédito. Então prefira concentrar
os gastos no cartão, por mais que haja facilidades
como Pix, como pagamento direto, lembre-se sempre
que o cartão de crédito vai te dar sempre
alguma vantagem e, obviamente, a concentração
de gastos no cartão vai fazer com que você avance
em termos de limite, em termos de relacionamento,
e tenha acesso a cartões cada vez mais interessantes,
com mais benefícios, com mais facilidades
de serviços para seu dia a dia. Reitero o que eu falei
no começo: Cartão de crédito
é uma das ferramentas financeiras mais eficientes,
mais simples de usar e mais seguras
que nós temos hoje e que mais ajudam
no planejamento financeiro. Se você usar com inteligência, será o maior aliado. Mal utilizado,
pode ser o maior vilão. Que você faça boas escolhas
com todo o seu dinheiro, incluindo o uso
do cartão de crédito. Se você conhece alguém
que está meio perdido em relação a dinheiro, recomendo compartilhar
esse vídeo, recomendo que a pessoa
siga esse canal, que assine o canal,
você também pode fazer isso, e vocês vão receber
em primeira mão todo conteúdo que faço
com muito carinho, respeitando seu tempo,
respeitando sua inteligência, para transformar
a sua vida financeira. Afinal, enriquecer
é uma questão de escolha.

4.8/5 - (172 votes)