• qua. jun 19th, 2024
49 hqdefault

Como usar corretamente o Cartão de Crédito – Cartão de crédito. Você acha que sabe  como usá-lo corretamente? Neste vídeo, eu quero apresentar algumas dicas  importantes para você que tem costume de parcelar todas as suas compras.

Se você usa com frequência o cartão de crédito, este vídeo para você. Seja muito  bem-vindo ao Clube do Valor.

Resumo da Materia:

Como usar corretamente o Cartão de Crédito

Meu nome é Ramiro, eu sou gestor de  investimentos e faço Serviço Gestão Financeira, planejador financeiro e alguém que teve que aprender a usar  muito bem o cartão de crédito. E sem falso moralismo, eu uso bastante o meu.

Por isso, eu te convido a aprender a usar da forma correta o seu cartão de crédito.  Assista a este vídeo até o final, se inscreva no canal, deixe seu “like”,  verifique se o “sininho” está ativado para você garantir que vai receber dicas como  essa no futuro. O cartão de crédito, se mal utilizado,  pode se tornar um dos maiores vilões da sua vida.

Muitas pessoas acabam tendo a sua vida financeira destruída por conta do mau  uso que fizeram com esse pequeno pedaço de plástico.
Mas será que o problema realmente é o cartão de crédito ou a forma com que  você utiliza ele? É óbvio que é a forma com que você utiliza ele!

O cartão de  crédito, na verdade, funciona como se fosse uma faca.

Nas mãos de um cozinheiro  experiente, esse utensílio pode ser usado para preparar pratos incríveis.  Porém, se deixada nas mãos de uma pessoa inexperiente, ou despreparada, como uma  criança, a faca pode se tornar um instrumento capaz de causar acidentes e  até mesmo tragédias.

É por isso que, neste vídeo, eu quero te  mostrar situações em que o uso do cartão de crédito pode ser muito vantajoso e
situações em que não vale a pena recorrer a ele.  Primeiro, vamos falar da parte boa. O cartão de crédito pode ser muito bom, por
exemplo, para postergar o pagamento de dívidas.

Digamos que você está para comprar um produto ou serviço qualquer. Na hora do  pagamento, você descobre que a compra vai lhe custar mil reais e não há desconto algum  para o pagamento à vista. No entanto, é possível parcelar a compra  em, digamos, até 10 vezes sem juros.

O que fazer nesse caso?

Como não há  desconto para pagamento à vista e o parcelamento pode ser feito sem juros,  uma excelente escolha é parcelar a sua compra e aproveitar o poder dos juros  compostos a seu favor. Deixa eu te explicar: em vez de desembolsar  mil reais de uma só vez, você pode escolher pagar esse mesmo  valor em 10 vezes mensais de R$100,00.

Optando pelo parcelamento, você tem a  oportunidade de fazer com que o dinheiro que ainda não foi dado o vendedor possa  continuar trabalhando para você por mais tempo. No primeiro mês, os R$ 900,00  restantes depois de pagar a primeira parcela poderiam render, mais ou menos, uns  três, quatro reais se aplicado em um ativo de renda fixa, sem risco qualquer.

No segundo mês, mesmo descontada a segunda parcela, o dinheiro restante poderia  render um pouquinho mais de juros para o seu bolso.
Percebe a estratégia que está sendo desenhada? Agora imagine isso acontecendo  com absolutamente todas as suas contas. Portanto, postergar o pagamento de  compras pode ser uma boa alternativa para usar de forma inteligente o cartão  de crédito. E esse benefício pode ser ainda maior se  o seu cartão permite realizar a antecipação do pagamento de faturas  futuras.

O Nubank, por exemplo, oferece essa  funcionalidade. Então, sempre, que eu vou fazer alguma compra cujo valor é igual à vista ou parcelado, eu opto pelo parcelamento no maior número de  meses possíveis e, posteriormente, através do aplicativo do Nubank,  eu faço a antecipação das demais parcelas ganhando um desconto de, mais ou  menos, 0,35% ao mês, líquido, para reduzir o valor total da compra.

Em  compras menores pode parecer um “descontinho” bem pequeno, mas “de grão em  grão” você acaba poupando uma boa quantia mensal com essa estratégia.  Outra situação em que o cartão de crédito pode se mostrar vantajoso é quando você deseja centralizar todas as contas. Como todos os pagamentos vão para  a mesma fatura, é mais fácil fazer o seu controle de fluxo de caixa e  entender para onde o seu dinheiro foi em um determinado mês.

Se você possui esses cartões de créditos mais modernos e dinâmicos, como o Nubank,  uma vantagem adicional é saber exatamente o tamanho da sua fatura a qualquer momento. Nada de esperar chegar aquela cartinha no final do mês e descobrir que a conta é muito mais do que você esperava.

Se você souber usar o cartão de crédito corretamente, pode simplificar a sua vida  colocando todas as suas contas em um único lugar.
É o que eu faço, por exemplo, com as minhas contas pessoais. E se você fizer  isso pode acabar tirando muito proveito da minha última sugestão para tirar  vantagens do cartão de crédito: acumular pontos em programas de fidelidade.

Algumas empresas recompensam seus clientes à medida que eles utilizam mais  o cartão. Geralmente, a recompensa vem na forma de
pontos, que podem ser trocados por produtos ou serviços, como viagens e outros  benefícios interessantes. Se usado corretamente é possível até  mesmo viajar praticamente de graça usando os pontos acumulados no cartão,  mas é lógico que isso depende muito do seu programa de pontos, do tipo de cartão  que utiliza, da anuidade que o cartão pode cobrar e da sua capacidade de  concentrar todas as suas compras no cartão de crédito.

Agora, se você já sabe as situações em que pode ser vantajoso usar o cartão de  crédito, está na hora de aprender as situações em que não é bom usá-lo.  A primeira delas é quando existe um bom desconto no pagamento à vista.  Se, em vez de oferecer parcelamento sem juros, o vendedor disser que pode dar um  desconto de 20%, 10%, ou que seja 5%, pode ser vantajoso – e provavelmente vai ser – optar
pelo pagamento à vista. Afinal, por mais que você guarde a  diferença das parcelas mensais em um ótimo ativo financeiro, você dificilmente vai  conseguir obter uma rentabilidade equivalente ao dinheiro economizado.

Portanto, sempre peça descontos na hora de fazer as suas compras.  Às vezes, o valor economizado pode te surpreender.
A segunda situação em que eu não recomendo o uso  do cartão de crédito pode parecer piada, mas é preciso dizer: jamais use o cartão
de crédito se você não tem dinheiro. Acredite você ou não, muitas pessoas
simplesmente utilizam a opção de parcelamento ou pagamento no vencimento
para contar algo que não possuem condições de pagar.

Elas enxergam um
cartão de crédito como uma extensão da sua conta bancária e isso está
absolutamente errado. Se você quer comprar um produto ou
serviço certifique-se de que você terá como pagar por ele.
Se você tiver o dinheiro em mãos pode ser até que você consiga um bom desconto no
pagamento à vista. Na pior das hipóteses, pode acabar se
beneficiando dos juros do dinheiro que sobra após os pagamentos mensais.
A terceira e última situação em que o uso do cartão de crédito não é
recomendado é para aquelas pessoas que não possuem disciplina.
Você já deve ter reparado que usar o cartão de crédito exige planejamento. Sem
planejamento é muito fácil cair na armadilha de passar tudo no cartão e
torcer, rezar para que a fatura não seja muito alta no final do mês.

Em vez de fazer isso, muito melhor é controlar as contas a pagar e ter a
certeza de que você sabe qual será a sua fatura na data de fechamento.
Sem disciplina é quase certo o caminho para a perdição ao utilizar o cartão de
crédito, ainda mais se o seu limite for alto. Portanto, tome muito cuidado com o seu
cartão de crédito e use muito bem todas as dicas que foram apresentadas aqui.
E aí, você já conhecia todos esses benefícios e potenciais problemas que o
cartão de crédito pode causar? E na sua vida, o cartão de crédito é um vilão ou
mocinho? Embora ele possa ser um excelente aliado no seu plano financeiro,
você precisa ter o cuidado para não cometer o erro de utilizar mal o seu
cartão.

Nesse caso, o seu uso acarretaria em uma
série de problemas financeiros causados por uma escolha errada, que é a de
usar mal o cartão. Agora, quer saber mais sobre como evitar
erros financeiros? Então, eu recomendo muito que você baixe
agora mesmo o nosso infográfico incrível com quinze diferentes
exemplos de escolhas financeiras erradas que você pode
cometer e como você pode fazer para evitá-las.
Eu tenho certeza que o conteúdo vai te surpreender.
Enquanto isso, eu vou ficando por aqui. Deixe seu comentário abaixo dizendo
quais as vantagens que eu comentei aqui você não conhecia.
Um grande abraço e até a próxima.

4.8/5 - (130 votes)