• sex. mar 1st, 2024

Covid: 4 sintomas estranhos que você talvez não conheça

96 hqdefault

Já se passaram mais de dois anos
desde o começo da pandemia de covid. E em vez de desaparecer, o
novo coronavírus continua   infectando diariamente centenas de
milhares de pessoas em todo o mundo. Novas variantes têm surgido,
e com elas novos sintomas,   alguns deles bem diferentes
dos de uma gripe ou resfriado. Sou Giulia Granchi, da BBC
News Brasil em São Paulo,   e neste vídeo eu vou contar quatro
sintomas incomuns e estranhos da covid. Você com certeza ouviu falar bastante de
febre, tosse, perda de olfato e paladar,   dor de garganta, nariz entupido e dor de cabeça. Mas agora, dados confirmam efeitos esquisitos,
que antes dificilmente seriam ligados à covid. Vamos direto ao primeiro. Um desses sintomas se manifestam na
pele. E isso não seria tão incomum assim. Segundo um estudo no Reino Unido, um entre cada   cinco pacientes com covid apresenta
erupção cutânea como único sintoma. Algumas pessoas ficam com áreas
da pele descoloridas, enquanto   outras sofrem urticária, que pode gerar coceira. Entre os adultos jovens com sintomas leves ou
sem sintomas, se destacam os chamados “dedos de   covid”, que é quando aparecem lesões vermelhas
e inchadas ou bolhas nos dedos dos pés. A maioria desses problemas tende a desaparecer   depois de alguns dias ou semanas,
e sem necessidade de tratamento. Mas se a pele coçar ou doer muito, a
recomendação é consultar um médico. Agora, o segundo sintoma estranho da lista. Estimativas apontam que entre 1 e 2% dos
infectados apresentam problemas nas unhas. Alguns notam o surgimento das
chamadas “linhas de Beau”,   pequenas depressões horizontais causadas por uma
interrupção temporária no crescimento das unhas. Outras pessoas infectadas podem
observar a leuconiquia estriada,   que são linhas brancas horizontais
causadas por uma produção normal   de proteínas no leito ungueal, que
é a pele que fica embaixo da unha. Por último, outro sinal das “unhas de covid”
é aparição de um padrão crescente vermelho. E é bem isso: parece um arco desenhado sobre a
unha, num tom um pouco mais escuro que o da pele. Mas por que isso acontece? É uma forma de o corpo expressar que se encontra   sob uma quantidade incomum de
estresse por causa do vírus. A coisa boa é que, embora
possa ser doloroso no começo,   na grande maioria dos casos as unhas
voltam ao normal em poucas semanas. Agora o terceiro dos quatros sintomas
estranhos que eu vou listar neste vídeo. Algumas pessoas podem apresentar perda de cabelo   a partir de um mês depois de
uma infecção aguda de covid. Em um estudo com quase 6 mil pacientes,
a metade deles reportou esse efeito,   que é especialmente frequente em mulheres
brancas ou em pessoas que contraíram covid grave. Acredita-se que o cabelo, entre
aspas, perceba o estresse no corpo,   e isso levaria a uma queda excessiva. Mas assim como acontece no caso das unhas,   o cabelo tende a voltar a seu
volume normal com o tempo. Chegamos ao último sintoma estranho
notado em pacientes com covid. Assim como acontece com outras infecções
virais, como a gripe e o sarampo,   vem se notando que a covid também
afeta as células do ouvido interno. Em uma pesquisa com 560 pessoas, cerca
de 3% delas reportou a perda de audição   depois da infecção, enquanto
4,5% disseram sofrer de acufeno,   também conhecido como tinnitus, uma
sensação constante de zumbido no ouvido. Os autores de outro estudo
identificaram que a covid está   associada com danos ao ouvido interno
que levam mais a problemas auditivos. E embora a grande maioria dos
casos se resolvam por si mesmos,   já foram reportados casos de perda auditiva
permanente relacionada com o coronavírus. Ainda não se sabe o que exatamente
causa esses sintomas diferentes,   mas os cientistas destacam o
papel do processo de inflamação. Esse mecanismo de defesa natural produz citocinas,   proteínas que são importantes para controlar
a atividade das células imunitárias. A produção excessiva dessas proteínas
como parte da inflamação desencadeada   pela covid pode causar déficits sensoriais. Isso poderia explicar por que algumas
pessoas apresentam perda auditiva e acufeno. O excesso de citocinas também pode alterar
as redes capilares, vasos sanguíneos bem   pequenos que abastecem os órgãos de sangue,
incluindo os ouvidos, a pele e as unhas.

Os sintomas que eu listei aqui no vídeo
não são exclusivos da infecção por covid. Mas se você apresentar algum deles,
pode ser uma boa ideia fazer um teste. A boa notícia é que, segundo os cientistas,
é provável que a maior parte desses problemas   de saúde melhorem depois da infecção
e, com o tempo, acabem desaparecendo. Com isso, eu fico por aqui. Não esqueça de se inscrever no nosso
canal no YouTube para saber toda vez   que sair vídeo novo. É só clicar no
sininho que fica embaixo do player. Obrigada, se cuide até a próxima.

4.8/5 - (187 votes)